OLHE QUE NÃO

olhequenao.wordpress.com

POSTS

POSTS DO BLOG:


Chove também em Madrid…

Contra o dia de chuva, o azul de Picasso

Nojo, só nojo, simplesmente nojo

Questão com dica

me lo digas, pues no lo se…

«Juliet, when we made love you used to cry»

Associou-se à homenagem

«Enterro em Ornans»: Courbet, um discípulo de Feuerbach? (ii)

Viver da mentira

Desabafo

O momento para Hopper: presente com passado e com futuro (vi)

Blue submarines

Petrov-Vodkin

Inintelectualidade

Polyprion Americanus

O futuro não morreu

Lá, longe, na outra margem do rio

Leitura obrigatória

Força companheiro Vasco – nos 35 anos da criação do subsídio de desemprego

Giovanna Marini

Burrice ilimitada & maluquice infinita

Crónicas a metro

A “beleza” do capitalismo restaurado

Responsabilidades históricas assumidas

Grande música cubana

Ps e psd: partidos colaços

«A origem do mundo»: Courbet, um discípulo de Feuerbach?

O momento para Hopper: presente com passado e com futuro (v)

Planeta água

Um rio de sangue

«Amanhãs que cantam»??!!

Venezuela

Sobre cuba e algo mais

Mestres na contracena

Corro sempre em direcção ao mar

E tu, que «aprendeste» hoje na tv?

O momento para Hopper: presente com passado e com futuro (iv)

Mc Snake

O liberalismo é a ausência de intervenção estatal?

Diz que foi uma espécie de congresso

Salif Keita

Sofrimento(s)

Vazulina

«Ia, se o amor ao longo da vida me não tivesse sempre travado»

«Cuba – a verdade dos factos»

O momento para Hopper: presente com passado e com futuro (iii)

Sempre na véspera de eu chegar

Ser precário

«O século passado»

O grande legado de Sá-carneiro

Ainda das américas: música

Gropper – ar quente, muito quente

Voltar

Todo um programa (para a arte… e para a vida)

As aves levantam contra o vento

Da abjecção

O momento para Hopper: presente com passado e com futuro (ii)

Sweeney Todd – aquilo que o passado pode

Varshavianka

O mundo de Christina

De sol a sol

Zé Ramalho

Post actualizado

O momento para Hopper: presente com passado e com futuro

O funcionário cansado

Onde já se falou da procura de trabalho

Poeira humana

A tal «vaga de fundo»

Fraca colheita, contudo

A verdade é que as metralhadoras tinham desaparecido

Carmen

Coppola

Onde se fala de dignidade

Por muito escândalo que provoque

Há canções que marcam

Madrugada

Em tempos de tgv, vamos recordar Satyajit Ray

Também dentro de nós

Manos Loizos

Memória de elefante

Geraldo Vandré

Those winter sundays (Robert Hayden)

As ideias jovens

Diferenças

Saramago

O que tu queres sei eu!

Exportações

Figuras, figurinhas, figurões

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: