OLHE QUE NÃO

olhequenao.wordpress.com

Archive for the ‘Sophia de Mello Breyner’ Category

RESPIRAR

Posted by J. Vasco em 25/06/2010

Neste fim-de-semana andarei por aqui:

Antes que seja Agosto. Antes que não se possa respirar. Antes que estas terras de maravilha se transmutem em Allgarve, essa mercadoria transaccionável, esse mero valor de troca, embrulhado num tacanho e parolo papel de marketing.

Por motivos óbvios, não revelarei o nome deste paraíso. Direi apenas – e já é muito – que fica situado no barlavento algarvio. Direi tão-só – e isso é tudo – que a ele se aplicam estes versos de Sophia:

De todos os cantos do mundo
Amo com um amor mais forte e mais profundo
Aquela praia extasiada e nua
Onde me uni ao mar, ao vento e à lua.

Anúncios

Posted in Sophia de Mello Breyner | Com as etiquetas : | 1 Comment »

MADRUGADA

Posted by * em 26/02/2010

Esta é a madrugada que eu esperava

O dia inicial inteiro e limpo

Onde emergimos da noite e do silêncio

E livres habitamos a substância do tempo

 

(Sophia Mello Breyner Andresen)

Posted in Sophia de Mello Breyner | Com as etiquetas : | Leave a Comment »