OLHE QUE NÃO

olhequenao.wordpress.com

Archive for the ‘Sindicatos’ Category

QUEM ESTARÁ NA LUTA? OS SINDICATOS OU OS SEUS CRÍTICOS?

Posted by * em 12/03/2015

Os sindicalistas, os sindicatos e os que lutam estarão, naturalmente, a fazer greve! Os fura-greves estarão a lamber as botas dos chefes e a criticar os sindicatos por (segundo os lambe-botas) não lutarem! Claro, claro, já os conhecemos, aos lambe-botas: na sexta-feira estarão mais uma vez a “lutar” à sua maneira, ou seja, a trabalhar afincadamente, com a cauda entre as pernas e a língua colada às botas dos chefes! Como sempre! Ai estes lambe-botas, como nós os conhecemos e às suas “indignações”…

Greve 13Março2015

Posted in Sindicatos | Leave a Comment »

A PRODUTIVIDADE, ORA AÍ ESTÁ…

Posted by qmiguel em 17/01/2012

Aí está a “prenda no sapatinho” do capital. Como se nos tempos que correm fosse coisa que rareasse. A musica acaba e as tombam as mascaras: um trabalhador deve dispor do mínimo poder possível sobre a sua vida, não servisse a sua existência apenas para que lhe seja sugado o fruto do seu trabalho.

Férias é coisa para quem dispõe de capital, para os proprietários, esses sim poderão ser livres, cada vez mais livre de sugar o trabalho alheio. Uma jorna organizada onde  procuramos encaixar, entre as fatigantes horas de exploração, um tempinho para estarmos com os nossos é coisa  que não deve depender de quem trabalha para que outro amealhe.  Afinal só precisamos de descansar para “recuperar física e psicologicamente” para que amanhã, ou dentro de 5 minutos, a exploração possa continuar.

Pois sim terão por certo todos os direitos formais, até o de dizer que não, mas nunca em conjunto digamos que de uma forma mais “dinâmica” através de “estruturas para o efeito”, até porque o direito ao seu posto de trabalho passa a estar dependente do mero e unilateral apetite do patrão, que terá apenas que formalmente explicar de que forma alguém é inadaptado, isto quando não lhe apetecer simplesmente extinguir o posto de trabalho em questão (até porque já pode haver outro de “conteúdo funcional idêntico”), nada que nos preocupe pois haverá sempre um “critério relevante”. O “critério relevante”, “estruturas representativas”, “dinamização”, são as novas denominações da mais pura repressão social.  Estamos todos às ordens e a lei é conforme…

Total liberdade, mas liberdade para despedir, para reprimir, para explorar. Nenhuma liberdade para quem produz. Em nome de uma crise para a qual o sistema capitalista não oferece nenhuma possibilidade de superação.

Hoje mais que ontem, uma barricada só tem dois lados.

Posted in *, A quem a trabalha, Acordai!, Crime, Greve Geral, Sindicatos | Com as etiquetas : , , , , , , , , | Leave a Comment »

TEMPO DE LUTA E DE UNIDADE

Posted by qmiguel em 17/10/2011

A CGTP-IN e a UGT começaram hoje a discutir a possibilidade de uma greve geral. Esta, a verificar-se, marcará o início da contra-ofensiva dos trabalhadores face à agressão bárbara contra as suas conquistas. Hoje mais que ontem “todos seremos poucos”, cabe a cada trabalhador, a cada cidadão não deixar a resposta por mãos alheias e fazer tudo aquilo que esteja ao seu alcance para que a sua vida e a do seu próximo não bascule para a mais negra das depressões. Não nos enganemos, a única resposta real à actual situação económica e ao ataque vil do capital só poderá vir dos trabalhadores eles mesmos, da sua determinação e da sua luta comum. É hora de começar a construir colectivamente um futuro diferente com a consciência de que à partida nada está ganho ou perdido e de que o novo capítulo de luta que começaremos a escrever em breve exigirá toda a nossa determinação e imaginação colectiva. Devemos tomar consciência de que, daqui em diante,  face à barabaridade com que nos defrontamos, a luta não deve conhecer limites.

 

Posted in *, A quem a trabalha, Acordai!, Greve Geral, Sindicatos | Leave a Comment »

GRATIDÃO

Posted by * em 24/11/2010

Os autores do blog prestam homenagem, neste início de Greve Geral, a estes heróis do povo trabalhador, os sindicalistas combativos que, com indescritível dedicação e à custa de enormes esforços e sacrifícios, lutam diariamente contra a exploração, contra a burguesia, suportando corajosamente os ataques, as perseguições e as calúnias demagógicas dos defensores da exploração. Nós sabemos quem odeia os sindicatos e as razões por que os odeiam. Mas também sabemos quem os respeita e quem percebe que os sindicatos são a força colectiva dos trabalhadores. A nossa sincera gratidão aos sindicalistas combativos, estas pessoas que se transcendem quotidianamente, que roçam o que de mais humano o ser humano tem.

Posted in Greve Geral, Sindicatos | Com as etiquetas : | 3 Comments »