OLHE QUE NÃO

olhequenao.wordpress.com

Archive for Abril, 2015

GOVERNO DE TÓTÓS DE MÁ-FÉ

Posted by * em 18/04/2015

          Este governo do gang Relvas, este governo PAPOCA (do Passócrates, do Portinha dos fundos e do CaVácuo) não é só um governo de reacionários contumazes, é, simultaneamente, um governo de tótós. Agora o Poio Imaturo vem dar a entender que uma “regressão de 15 anos” significaria o mesmo que “15 anos a regredir”. É confundir a obra-prima do mestre com a prima do mestre de obras. Confusões destas são reiteradamente vomitadas pelo gang do governo PAPOCA! Mas o que é isto? É burrice? É má-fé? Acho que são as duas coisas ao mesmo tempo. O Poio Imaturo pode até ter razão na sua crítica ao outro dejeto governativo que foram os governos PS (é o lixo a falar da porcaria) mas esta constante fusão de burrice com má-fé é muito irritante…

Posted in * | Leave a Comment »

OS INTERESSANTES ARTIGOS DE ANTÓNIO SANTOS

Posted by * em 06/04/2015

Aqui está um artigo de António Santos e um link para este e outros artigos dele:

A URSS comparada aos EUA
 António Santos

Há pouco tempo, quando falava num debate sobre os problemas sociais dos EUA (o país em que vivo), perguntaram-me se achava o sistema soviético melhor que o americano. A ratoeira estava montada: depois das derrotas do socialismo no Leste da Europa, a cultura dominante proibiu a esquerda afiançada de «democrática» de falar da URSS sem primeiro, a título de portagem, a condenar ou renegar. E mesmo assim, nem depois da costumeira demonização em piloto-automático, ouvimos falar dos enormes marcos civilizacionais soviéticos.

É óbvio que os EUA não podem ser, em rigor, comparados à URSS. Quando em 1917 os EUA eram um dos países mais avançados do mundo, a Rússia era um obscuro império feudal. De resto, quando se trata de comparar o socialismo ao mundo capitalista, é este último que define os termos, confrontando a realidade do capitalismo com o seu passado efectivo e a realidade do socialismo com o seu prospectivo futuro.

Mas qual seria o resultado se o critério fossem as conquistas sociais? Aceitemos pois, com esta justíssima condição, a pergunta armadilhada de saber «qual era o melhor sistema» e, sobretudo, «para quem».

O que nunca te disseram sobre a URSS

Leia o resto deste artigo »

Posted in * | Leave a Comment »