OLHE QUE NÃO

olhequenao.wordpress.com

OS CARAS DE PAU E AS SUAS ENTREVISTAS ENCOMENDADAS

Posted by * em 19/09/2014

          A prevaricadora Maria de Lurdes Rodrigues e o ainda-não-arguido sinecuradependente e irmão gémeo do cRato David Injustino atacaram sempre os concursos rigorosos e objetivos e defenderam, com subterfúgios vários e sempre sob a demagogia da “qualidade” e “autonomia”, a rebaldaria das cunhas. Sabemos bem o que o$ mov€. Mas como não há paciência infinita, já é hora de perguntar: porque não vão de uma vez por todas, de mãos dadas ou abraçados, para o diabo que os carregue?

          Então, fingem-se muito preocupados com o facto de a classificação final dada pelas universidades poder permitir a ultrapassagem de uma dezena de posições e… propõem substituir a Graduação Profissional por “subcritérios” (ou seja, cunhas) que, como se viu no último “concurso”, permitem a ultrapassagem em vários MILHARES de posições? Fingem-se preocupados com a “complexidade” de uma lista graduada única e… propõem a triplicação dessa complexidade, criando três tipos diferentes de colocações? Aliás, é profundamente hipócrita a mentira demagógica acerca da quase-impossibilidade de trabalhar com os dados e a ordenação de milhares de professores. A não ser a professora Luísa Loura da pen, qualquer pessoa que tenha o mínimo conhecimento de programas de computador sabe que, com um bom programa informático, após a introdução dos dados e fórmulas corretos (corretos, ouviu, cRatino?) qualquer portátil fraquinho trabalha com milhares ou mesmo milhões de dados em minutos. Qualquer Estado tem programas que trabalham com dados de milhões de cidadãos (não, cavaco, não se diz “cidadões”). Claro que há que ter quem saiba operar com esses programas, para evitar que entre em estado de Citius, mas não é complexidade nenhuma do outro mundo, exceto, talvez, para pessoas extremamente mal intencionadas e/ou extremamente incompetentes.

Se qualquer ideólogo burguês mete nojo, esse pessoal neoliberal é ainda pior, são mesmo do pior que há… não valem a ponta de um corno, só mesmo corridos a pontapé…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: