OLHE QUE NÃO

olhequenao.wordpress.com

Archive for Janeiro, 2013

“amor” DE “mãe”

Posted by * em 30/01/2013

Amor de Mãe

Há mães que, depois da morte de um filho, continuam a participar activamente da vida social e a criar e a lutar, por sentirem que é o seu dever social e até uma forma de homenagem ao filho falecido. Mas…qual é a mãe que, menos de um ano após a morte do filho, é capaz de participar diariamente, toda contente e feliz, de livre e espontânea vontade (sem ser forçada por contingências económicas que, por vezes, obrigam seres humanos a tarefas humilhantes e degradantes), repetimos, qual é a mãe que, vivendo rica e desafogada, consegue e consente em, menos de um ano após a morte do filho, participar, diariamente, toda contente e feliz, de livre, espontânea e apalermada vontade, de programas de entretenimento como o “Querida Júlia”, rindo e rindo e rindo, diariamente, às bandeiras despregadas, enquanto discute assuntos da importância de saber se os homens ficam mais sexy e bonitos com ou sem pêlos no peito? Só podia ser, claro, uma “mãe” como esta, que educou o outro filho (o paulinho-fascista, o de extrema-direita, o dos submarinos, das trafulhices, dos cambalachos, de jaguares e roubos de documentos secretos) à sua imagem e semelhança.

HSCabral

Independentemente de se concordar ou não com todas as posições do filho falecido (e, como comunistas, não concordamos com muitas das posições de Miguel Portas), a verdade é que causa impressão ver a felicidade fútil de uma “mãe” destas, a sua total indiferença em relação ao que seria uma catástrofe na vida de qualquer mãe normal. Mas esta é de outro tipo, de outro tipo social. Diverte-se… os dias correm-lhe bem…

Posted in * | 1 Comment »

UMA APOSTINHA QUE NENHUM ÓRGÃO DA «IMPRENSA LIVRE» VAI NOTICIAR ISTO?

Posted by J. Vasco em 27/01/2013

 

«En 2012 Cuba patentaba la primera vacuna terapéutica contra el cáncer de pulmón avanzado a nivel mundial, la CIMAVAX-EGF (3). Y en enero de 2013 se anunciaba la segunda, la llamada Racotumomab (4). Ensayos clínicos en 86 países demuestran que estas vacunas, aunque no curan la enfermedad, consiguen la reducción de los tumores y permiten una etapa estable de la enfermedad, aumentando esperanza y calidad de vida.

El Centro de Inmunología Molecular de La Habana, perteneciente al Estado cubano, es el creador de todas estas vacunas. Ya en 1985 desarrolló la vacuna de la meningitis B (5), única en el mundo, y más tarde otras, como las que combaten la hepatitis B o el dengue (6). Además, investiga desde hace años para desarrollar una vacuna contra el VIH-SIDA (7). Otro centro estatal cubano, los laboratorios LABIOFAM, desarrolla medicamentos homeopáticos también contra el cáncer: es el caso del VIDATOX, elaborado a partir del veneno del alacrán azul (8).

Cuba exporta estos fármacos a 26 países, y participa en empresas mixtas en China, Canadá y España (9). Todo esto rompe completamente un estereotipo muy extendido, reforzado por el silencio mediático acerca de los avances de Cuba y otros países del Sur: que la investigación médico-farmacéutica de vanguardia se produce solo en los países llamados “desarrollados”.».

Ler o resto da notícia aqui.

Posted in *, Cuba | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

EXACTO!

Posted by * em 20/01/2013

“Coloca a questão de saber se o país, se o povo português tem de escolher a árvore em que quer ser enforcado. Ou o aumento dos impostos ou a destruição das funções do Estado. É um falso dilema. Primeiro porque o Governo está a fazer as duas coisas. Em segundo lugar porque há uma alternativa.”
Jerónimo de Sousa

Posted in * | Leave a Comment »