OLHE QUE NÃO

olhequenao.wordpress.com

O MUNDO GRANDE DE RUI BAPTISTA

Posted by J. Vasco em 21/02/2012

Rui Baptista, assessor de comunicação do governo PSD/CDS, anda, com certeza, desocupado. Talvez dispensado pelo chefe, por estes dias, das funções de propagandista de turno (parece que o gozo do período de Carnaval é uma cena que, afinal, lhe assiste), dedica o tempo livre a vasculhar na rede o que dizem sobre ele. E eis que o «profissional de comunicação» à la João Duque, e com ele o governo, chegam ao Olhe Que Não.

Pela amostra, não terá apreciado muito ler as verdades que sobre ele aqui se disseram. E vai daí não teve melhor coisa para dizer do que esta: que eu vivo num «pequeno mundo». Não deixa de ser estranho que alguém que se considera acima do meu mundo, venha com insistência visitá-lo. E que, quem sabe?, o frequente com concupiscência.

O que interessa, porém, é outra coisa. O governo começa a sentir-se acossado, sabe que o protesto vai crescer. A luta contra o neoliberalismo vai ampliar-se e fortalecer-se. A burguesia e os seus representantes políticos não vão ter descanso. Por mais propaganda e «estratégias de comunicação» que arranjem. Por muito que intensifiquem o controlo, a ameaça e a repressão.

O mundo grande de Rui Baptista está bem ciente do que aí vem. A festa acabou. É isso que o deixa furioso.

4 Respostas para “O MUNDO GRANDE DE RUI BAPTISTA”

  1. maia said

    Não será este Rui Baptista ou muitos outros iguais que impedirão a revolta legítima do povo espoliado e que, para cúmulo, querem amordaçado. Estes betinhos piegas serão incomodados!!

  2. Anónimo said

    É uma vergonha que estes tipos se chamem jornalistas!

  3. António Vicente said

    Esse fulano só serve para transmitir as mensagens dos patrões.

  4. […] Rui Baptista e seus muchachos começaram cedo o seu trabalho de sapa no interior das salas de São Bento: o protesto «dos portugueses» dirigir-se-ia afinal, única e exclusivamente, às alterações avançadas pelo governo à TSU. Mais nada. O primeiro-ministro, como não é «cego» nem «surdo», saberia por isso «calibrar» e «modelar» esta medida, senão mesmo abdicar dela, e o mundo poderia voltar, logo a seguir, a ser belo e límpido como dantes. Os sósias do Baptista nas televisões, nas rádios e nos jornais apressaram-se a replicar a converseta, e hoje a imprensa garante-nos a pés juntos que foi passada uma «certidão de óbito» às alterações na TSU. […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: