OLHE QUE NÃO

olhequenao.wordpress.com

E EIS QUE O BURRO CAVAQUEOU NOVAMENTE

Posted by * em 21/01/2012

E eis que o burro tentou, de novo, improvisar. Quando um burro tenta improvisar e zurrar alguma coisa para além de banalidades decoradas, quando resolve deitar para fora algo do que lhe passa pela cabeça e lhe preenche as cogitações, acaba por não ir muito além de ponderações especistas acerca de felizes sorrisos de vacas. Mas pronto, ruminações há muitas. Mas se esse burro também é reaccionário, ao tentar improvisar acaba por inadvertidamente ofender os que são explorados pela classe a que esse burro serve. O que é, na língua dos donos, uma bad idea. Foi um passo em falso: é que o burro pensa que os demais são todos burros como ele, mas engana-se.

Pois é, Silva, é melhor voltar ao aconchego das banalidades decoradas, não achas? Não te esqueças de Homer Simpson: nunca digas nada sem que tenhas a certeza de que todos pensam o mesmo. Vá lá, tu consegues. Diz só as banalidades costumeiras, está bem? Não tentes cavaquear sem freio para não estragares a cena… faz esse favor, nem que seja só para os exploradores teus patrões ficarem mais descansados, ok? E não te esqueças: não mexer em nada, falar pouco, e pensar pou…quer dizer, quanto ao pensamento podes continuar no nível em que estás, estás a ir bem e a fazer um good work. Força, tu vais conseguir… mas não te esforces em demasia, está bem? Entendido? Como? Fazer um desenho?

Estupefacto acréscimo posterior ao post do dia 21/01/2012:

Como alguns burromaníacos andaram logo a tentar dizer que o burro teria na verdade sido mal entendido e que na verdade é um génio incompreendido, que ele não é tão burro como o povo diz que ele é… eis que o burro, ele mesmo, veio colocar os pontos em cima dos iis e zurrar: sou burro sim, quem é que por aí pensa que eu não sou burro?

O burro decidiu colocar uma cereja no topo dos seus excrementos. Depois de ficar a pensar durante alguns dias, depois de pensar, pensar… o asno decidiu falar para explicar o que queria afinal dizer com a sua burrice. E explicou assim, depois de muito pensar: eu apenas queria dar o meu exemplo pessoal para mostrar a minha preocupação em relação às dificuldades das pessoas!

Inacreditável! Inacreditável até onde a burrice pode ir! E é também inacreditável que tenha havido quem aceitasse esta explicação, nem percebendo que ela é ainda pior do que o que já tinha sido dito antes…

Enfim… estão bem uns para os outros.

Anúncios

Uma resposta to “E EIS QUE O BURRO CAVAQUEOU NOVAMENTE”

  1. Cátia said

    Perfeito! 🙂
    Ao tentar falar para além do discurso habitualmente pensado, mostrou, deste modo, o seu verdadeiro eu.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: