OLHE QUE NÃO

olhequenao.wordpress.com

Archive for 31 de Maio, 2011

POR ISSO É QUE O CAMINHO NÃO É SEMPRE EM FRENTE

Posted by J. Vasco em 31/05/2011

 

Pedro Rodrigues e Diana Dionísio (neta de Mário Dionísio), «Pedro e Diana», fazem  da melhor e mais interessante música em Portugal. A criatividade da dupla firma-se numa apropriação genuína e crítica da música popular portuguesa (que conhecem de trás para a frente), numa valorização da língua portuguesa e das suas possibilidades semânticas e lúdicas, numa crítica social cheia de ironia e de irrisão, e numa grande mestria de composição e de trabalho formal.

«Por isso é que o caminho não é sempre em frente» dialoga directamente com «Tinha uma sala mal iluminada», do Zeca Afonso. A dado passo, diz o Zeca: «o caminho é só um, é sempre em frente». Tanto o Zeca como o Pedro e a Diana, cada um a seu modo e a níveis diferentes, têm razão. Mas esta música do Pedro e da Diana fascina-me. Está carregada de dialéctica. Sendo em frente, o caminho não é, de facto, sempre em frente. Nem em termos objectivos, nem em termos subjectivos. Há a rocha grande, o atalho, os malmequeres, o alcatrão… E há a subjectividade humana que os enfrenta, que os trabalha, que os pensa, que os sente…

Posted in Pedro e Diana | Com as etiquetas : | 1 Comment »

PONTO FINAL

Posted by J. Vasco em 31/05/2011

Em nome da «lisura» e da «clareza», o Jorge Carvalheira vem pôr um «ponto de ordem» na mesa.

Pela parte que me toca, depois de algumas observações, porei também um ponto final nesta discussão.

Em relação ao tema do «ódio a Sócrates» e minudências afins, deixo a barganha para os jugulentos, para os arrastados e para o Pitta. A coisa, superficial e irrelevante, parece ser muito adequada a estas pessoas de alto nível, cada uma mais coberta de verniz «democrático» e de «esquerda» do que a outra. Sinceramente, interessa-me mais, em política, perceber que grandes tendências sociais ela expressa, que classes sociais se enfrentam em cada momento, qual a correlação entre elas nos planos económico, social e institucional. É este o cerne da luta política. Por mais ruído que se faça, sem isto não se perceberá muito do que se passa. E o tempo pode então ser dedicado a discutir o «ódio a Sócrates» e afins.

Leia o resto deste artigo »

Posted in Jorge Carvalheira, PS e PSD: partidos colaços | Leave a Comment »

ÓDIO DE CLASSE

Posted by J. Vasco em 31/05/2011

 

E uma enxadazinha num sítio que eu cá sei, ó Coelho?

Posted in PP Coelho | Leave a Comment »