OLHE QUE NÃO

olhequenao.wordpress.com

ONDE É QUE ESTAVAS NO 24 DE ABRIL?

Posted by J. Vasco em 30/11/2010

«INTEGRADO NO REGIME POLÍTICO»

São muitos os calhordas, como o da fotografia, que se auto-intitulam hoje «democratas». Não dizem uma frase sem nos encherem os ouvidos com a palavrinha «democracia». É bom, no entanto, que os mais distraídos se lembrem de que o derrube do fascismo e a conquista da liberdade em Portugal não foram uma descontraída e relaxada sessão de jogging, participada por todos os «cidadãos», mas antes uma longa e dura batalha de resistência chefiada pelos comunistas, cheia de provações e sacrifícios, que durou 48 anos. Fundamentalmente, é bom que se recordem de que muitos desses calhordas, o da fotografia incluído, auto-intitulando-se hoje (hoje, quando isso é fácil) «democratas», nada fizeram pela democracia que tanto dizem amar quando os tempos eram outros, quando esse amor à democracia era provado na cela e confirmado na morgue, era testado com o bastão e com a espada no latifúndio e na fábrica, era verificado e posto à prova pela ciência do torturador profissional de serviço, era medido pelo gorila na universidade. Que faziam então esses heróis do nosso tempo, «democratazinhos» impolutos? Alguns deles tratavam da vidinha e da carreira («cada um por si», não é verdade?), andavam à cata de migalhinhas do regime, e tentavam entender-se com ele (e acabavam mesmo por entender-se); outros, eram abertos defensores do estado fascista, da repressão feroz sobre a classe operária, da exploração impiedosa das «colónias», da pertença de Portugal à NATO, enquanto seu membro fundador e enquanto parte activa da guerra «fria» contra o «império do mal». Qualquer destes heróis podia, por isso mesmo, com orgulho e com legitimidade afirmar: «estou integrado no actual regime político».

Anúncios

4 Respostas to “ONDE É QUE ESTAVAS NO 24 DE ABRIL?”

  1. Miguel said

    O gajo está em todas.

  2. João Valente Aguiar said

    E mais ainda, ele teve acesso a documentos que estavam no número 2 da escala dos mais secretos do regime e, na declaração escrita que fez à PIDE, registou o nome de três pessoas conotadas com o regime e que, em caso dizem, seriam “testemunhas” directas das posições políticas desse indivíduo. Num regime fascista qualquer um poderia aceder a documentos classificados? Creio que não e, ao contrário do que mta gente procura apregoar, o regime fascista de burro e de sapateiro tinha mto pouco.

    Um grande abraço

  3. albina fonseca said

    Provavelmente num cano à espera …
    Grandes Homens, lutaram pela nossa liberdade e democracia.
    Agora temos os para roer, usurpar com libertinagem e falinhas mansas, tudo o que foi conquistado com muito sacrifício pelos Grandes Homens… e eles, tiveram de bandeja.

    • Nina said

      Agora é só falinhas mansas! Um dos maiores responsáveis pelo estado actual do país. E la vai continuar …

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: