OLHE QUE NÃO

olhequenao.wordpress.com

OS «HOMENS DA LUTA» E A LUTA DOS HOMENS

Posted by J. Vasco em 17/09/2010

Atente-se, por um momento, neste par de pseudo-truões. É um produto típico, acabado, da «sociedade do espectáculo», um emblema reluzente da cultura pós-moderna.

Integrar no reino e no circuito do «espectáculo», da mercadoria, do valor, qualquer dimensão da existência é uma lógica objectiva do capitalismo, desdobrada, no âmbito do mesmo processo, em dois tabuleiros: o da necessidade de acumulação de capital e de reprodução alargada do sistema, por um lado; e, por outro lado, no plano subjectivo (político, ideológico, volitivo, afectivo), o da neutralização e domesticação dos elementos e forças sociais susceptíveis de transformarem revolucionariamente o modo vigente de produzir e reproduzir o viver em comunidade.  

Chega a ser enternecedor ver os donos e os directores de programação das televisões, reaccionarões de alto coturno sempre pródigos na condenação liminar das verdadeiras lutas populares, a acarinhar e  a estimular as façanhas provocadoras e ofensivas das vidas duras dos trabalhadores, protagonizadas pela dupla de bobos, afinal instrumento dos seus interesses.

Mas desenganem-se, amigos. Por muito que tentem folclorizar e ridicularizar o «velho», «relho» e «ultrapassado» movimento organizado de homens e mulheres que labutam pela emancipação humana  (com o intuito de o tornar inofensivo e «aceitável», porquanto enquadrado e enquadrável na estrutura regulada do «espectáculo»), a verdade é que a vossa decadência não triunfará sobre o que é vivo. Convém não confundir os «homens da luta» com a LUTA DOS HOMENS.

Anúncios

2 Respostas to “OS «HOMENS DA LUTA» E A LUTA DOS HOMENS”

  1. Parabéns pela ousadia, só isso vale-te 5 estrelas vermelhas.
    Mas observando bem isto não é um fenómeno novo: já foram encenadas manifestações para a promoção de um certo perfume, isto num panorama de Luta acesa no ensino superior. Os homens da luta são apenas uma evolução do fenómeno que referi.
    Já agora, a titulo de completar o teu post: tentar ridicularizar a Luta dos trabalhadores e os Heróis da classe operária é um direito desta democracia burguesa, mas manifestar-se contra aquilo que é por ex. a dupla aqui referida, é ser-se antidramático! (nesta “democracia”, é claro).

    • J. Vasco said

      Pois, membro do povo. Se alguém se pronuncia criticamente sobre a parelha de bobos, se alguém tenta pôr a nu o seu papel ideológico – é ver o verniz «democrático» dos opinion makers a estalar e a dissolver-se. E então chovem as acusações: aqui d’el rei, que não temos «sentido de humor», que somos «sectários», e etc. & tal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: