OLHE QUE NÃO

olhequenao.wordpress.com

O MUNDO DE CHRISTINA

Posted by * em 05/03/2010

(Christina’s World, de Andrew Wyeth)

A longitude materializada, o pulsar da distância, a força do intervalo que se nega com o olhar, o mirar que galga o que o corpo não consegue percorrer, a fraqueza e a força de uma ânsia pungente mas tranquila, o afã inquieto mas sereno, a harmonia dos vários movimentos quase imperceptíveis… tudo é belo, tudo é sublime neste quadro. Exemplo de como a obra pode transcender, em grandeza, o próprio artista.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: